Quando perco a noite de sono

Este é um dos grandes mitos relacionados ao sono. Vamos entender o porquê!

Enquanto dormimos, há diversos mecanismos fisiológicos acontecendo. Ou seja, o sono não é um “desligamento” do corpo. Hormônios, backup cerebral, crescimento de tecidos, produção de proteínas são algumas das funções corporais que acontecem durante o sono.

Para que tudo isso ocorra, o corpo se organiza perfeitamente através de mecanismos internos e pistas externas, com o momento certo para cada etapa acontecer.

Ao não dormir à noite e fazer isso de dia, é um mecanismo de redução de danos apenas, pois as condições para o sono executar todas as suas funções não são as mesmas da noite. É como se nós faltássemos a um compromisso importante e tentássemos remarcá-lo, mas as pessoas com quem nos reuniríamos já foram embora e não conseguimos novo agendamento.

Quando não dormimos à noite de uma forma pontual (uma noite apenas), nosso corpo tentar de algum jeito compensar isso. Mas quando isso é recorrente, seja porque a pessoa trabalha à noite ou, simplesmente, negligencia suas horas de sono noturnas, o corpo sofre danos. Doenças crônicas como hipertensão, arritmias, diabetes, dislipidemias, entre varias outras, já são claramente definidas pela ciência como consequências da privação de sono.

Dormir é bom! Fazer isso no horário e respeitando o momento certo do nosso corpo executar cada função é importante para nossa saúde. Pense nisso e corrija hábitos!

Nome: George do Lago Pinheiro
Formação: Otorrinolaringologia com área de atuação em Medicina do Sono
Doutorando em Ciências pela FMUSP
CRM 148.272 | RQE 58432-1

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Livro-Dormir-e-possivel

Lançamento do livro digital sobre sono mais esperado!

DORMIR BEM É POSSÍVEL

Autoconhecimento para um sono melhor

George do Lago Pinheiro